BLOGS

Envie-nos o link e título do seu BLOG para incluí-lo na lista abaixo!!

ALDO Criado pelo Webmaster deste site no ano de 2004 como uma experiência, e por simples curiosidade, foi esquecido por longos 6 anos sem uma única nova postagem. É isso mesmo, nada de muito interessante para se ver, a não ser alguns acontecimentos, divagações, pensamentos que o seu autor (nome do próprio blog) está começando timidamente a publicar, como um diário (meados de maio de 2010). Em breve poderá ter coisas bem interessantes para compartilhar, quem sabe?
PONTO DO ALDO http://pontodoaldo.spaces.live.com   http://pontodoaldo.spaces.live.com/blog/
NINHA LOVE http://ninhalove.spaces.live.com
"O SALTO" Uma implosão. Um recomeço. Uma abertura para novas percepções. Memórias que surgem agora sem esforço algum. Uma incrível forma de auto-análise e um jeito simples para despertar seus centros energéticos...    De Luis Bugia.

É um projeto de Pablo Ruan, criado em 31 de março de 2011, com o intuito de ajudar as pessoas a descobrirem como ganhar dinheiro, fazerem download e algumas dicas de SEO. É destinado a todo publico interessado em tecnologia e a todos Blogueiros que tem ou pretendem ter um blog. Os artigos deste blog são exclusivos, sendo totalmente originais (sem copias), e de grande qualidade para o nosso público. É destinado a pessoas de todas as idades, classes, e que utilizam qualquer plataforma de blogs e site. É estudante e Analista de Redes nas horas vagas, dedica seu tempo a seus sites MelecofoneEvangélicasGratisNetidcasbr, tenho outros hobbies, jogar futebol, e estudar cálculos.
   
   

Os 10 blogs mais populares do Brasil, segundo o IDG Now:

1) Interney 2) Blog do Noblat 3) Br-Linux 4) BlueBus 5) Kibe Loco
Edney Souza ganhou notoriedade na blogosfera nacional por realizar o sonho de qualquer blogueiro entusiasta: largar seu emprego para viver do seu diário.
 
A partir do Interney, Souza montou uma empresa homônima que, além de administrar o próprio blog, desenvolve estratégias para melhor a posição de sites em buscadores - uma espécie de Search Engineer Optimizer.
 
A “liberdade”, no entanto, implica em concessões: como forma de atrair audiência para seu template cheio de links patrocinados e ofertas do Mercado Livre, Souza oferece dezenas de dicas para criação do próprio blog, além de testes e indicações de sites interessantes.
 
Ao se considerar os links, a estratégia de Souza vem dando resultado. Segundo o Technorati, o Interney tem mais de 4,2 mil referências na internet brasileira, mais do que o dobro do segundo colocado
 
Bem antes de Josias de Souza, Ricardo Noblat foi o primeiro jornalista da chamada grande mídia a se aventurar pelos blogs, no primeiro semestre de 2004.
 
Nascido no jornal carioca O Dia, hospedado no portal iG, atualmente no Estado de São Paulo e de mudança marcada para a Globo.com, o Blog do Noblat se concentra em assuntos políticos, com viés maior em comentários.
 
Ajudado pelos portais por onde passou, o diário de Noblat atualmente congrega artigos, entrevistas, especiais e fotografias próprias, além de pitacos musicais, disponíveis para a média de 36 mil usuários diário que atrai.
 
 
Em visita ao Brasil, Nicholas Negroponte, presidente da organização One Laptop Per Child, afirmou que o país tem uma comunidade Linux muito forte.
 
Não há melhor indicativo da afirmação de Negroponte na internet brasileira que o Br-Linux. Criado por Augusto César Campos em 1996, o blog - quase um fórum - comenta novidades e iniciativas em código-livre com a ajuda de sua comunidade de leitores.
 
Mesmo envolvendo usuários entusiastas, o fórum do Br-Linux se destaca por opiniões mais racionais e moderadas que a média da apaixonada comunidade de software livre.
 
O BlueBus não tem interface de blog, mas seu sistema de publicação de notas do mercado de propaganda e marketing junta todos os princípios dos blogs - rapidez, objetividade, abreviações e citações de outros sites.
 
Criado pelo carioca Júlio Hungria e tocado em seu próprio apartamento, o BlueBus se tornou referência para o mercado de propaganda sem ter vínculo direto com nenhum grande portal de conteúdo nacional.
 
Além de novas campanhas, movimentações entre as agências e dados sobre o setor, o BlueBus também foca sua cobertura em tecnologia, diversão e internet, com intensa atenção para o papel das novas mídias no cotidiano.
 
Graças à reputação que construiu em mais dez anos de vida (o BlueBus é 1995), o site é o melhor na lista dos populares do IDG Now! a aproveitar conteúdo do próprio usuário - além de notícias, Hungria costuma cultivar a comunidade de leitores publicando algumas opiniões.
 
O Kibe Loco foi o primeiro blog arrasa-quarteirão da internet brasileira. Com suas montagens humorísticas, o Kibe se beneficiou pelo efeito viral provocado pela constante troca de imagens por e-mail para fazer com que seu autor, o publicitário Antônio Tabet, ganhasse um quadro na TV.
 
Mesmo com conteúdo calcado no humor, como os vídeos em que o apresentador Willian Bonner imita o estilista Clodovil e suas montagens sobre política, televisão e internet, o Kibe Loco ganhou o prêmio de "Melhor weblog jornalístico em português” do concurso “The Best of the Blogs”, em 2005
6) Jacaré Banguela 7) Josias de Souza 8) Sedentário & Hiperativo 9) Contraditorium 10) Cocadaboa
Na segunda onda de blogs da internet brasileira, o Jacaré Banguela poderia muito bem ser indicado como evolução do Kibe Loco.
 
Motivo não falta. Criado e atualizado pelos estudantes Frederico Fagundes e Rodrigo Fernandes, o JB descarta as montagens que tornaram o Kibe famoso.
 
A aposta do blog humorístico está em comentários irônicos sobre notícias publicadas em sites noticiosos e cartoons, além de explorar muito bem material enviado pela comunidade do blog.
 
O blog do jornalista Josias de Souza inaugurou os diários do jornal Folha de São Paulo em outubro de 2005, após ocupar o cargo de Secretário de Redação da publicação.
 
Além de aproveitar os contatos adquiridos dentro do Governo em 20 anos de jornalismo, segundo sua própria descrição, para tecer comentários sobre bastidores, Souza usa o blog para publicar análises políticas e matérias que, no formato, pouco lembram os tradicionais diários.
 
A formalidade do assunto é quebrada por charges e animações veiculadas, além de comentários sobre aspectos sociais do Brasil.
 
Mesmo dentro do site, o blog do jornalista chega a “rivalizar” com a Folha, sem a aparente obrigação de repassar informações apuradas para o noticiário online em seu formato tradicional.
 
Compartilhar é a base da internet. Não são raros os usuários que se depararam com vídeos curiosos, propagandas bem sacadas e sites interessantes e enviam e-mails coletivos.
 
Por que não juntar tudo no mesmo lugar? Em explicação bem curta, o blog Sedentário & Hiperativo concentra em conteúdo jovem, nem sempre bem-vindo em publicações formais.
 
Junto aos mesmos vídeos, imagens e sites interessantes já citados, o blog traz ainda jogos em Flash, quadrinhos, games, música e até um pouco de política.
 
A salada de conteúdo do Sedentário focada em entretenimento o coloca como um dos fortes candidatos na segunda onda de blogs brasileiros.
 
Na vastidão da blogosfera brasileira, como montar seu diário tendo em vista grandes audiências e relevância nos principais buscadores?
 
O carioca Carlos Cardoso não vai lhe ensinar literalmente a equiparar seu blog com Engadgets e Gizmodos, mas entende do riscado a ponto de brincar com as ondas efêmeras que tomam a internet brasileira.
 
Melhor exemplo disto é um post que traz supostas fotos do momento exato da batida do vôo 1907 da Gol com o jato Legacy, da Embraer - na verdade, telas capturadas do seriado “Lost”.
 
O resultado? Nada menos que 451 comentários, entre quem acreditou e quem entendeu o truque, em menos de dois meses.
 
Além do truque, Cardoso também esclarece pontos cruciais sobre hospedagens e configuração do blog, além de dar dicas valiosas para quem pretende manter um diário longe da simplicidade, como AdSense, administração de usuários e sindicalização.
Você, provavelmente, já foi pato do Cocadaboa. O blog criado por Wagner Martins se orgulha de ter inventado e divulgado fatos a ponto das mentiras serem publicadas na mídia nacional.
Ao publicar histórias como a rede social Sexkut ou o traficante que apoiaria o desarmamento no referendo realizado em 2005, Wagner criticava a falta de exatidão da imprensa ao mesmo tempo em que se tornava referência no chamado “marketing de guerrilha”.
Além dos boatos, o blog também teve seu sucesso amparado por ações como o Bolão Pé na Cova, em que usuários apostavam em quais celebridades morreriam durante o próximo ano.